Artigos - O que Turra tem a dizer

Sanidade é destaque no 1º mês da Associação Brasileira de Proteína Animal 02.06.2014

Comemoramos, no dia 24 de abril, um mês de vida da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que reuniu a Ubabef (aves) e a Abipecs (suínos). Foram 30 dias intensos, produtivos e de início da concretização do objetivo a que nos propusemos: construir uma entidade com representatividade ainda maior do que as duas associações que a constituíram.

Neste primeiro mês de atividades, o ponto alto da agenda foram ações relacionadas à sanidade. Recebemos a visita do ministro da Agricultura, Neri Geller, ocasião em que pedimos a intensificação dos trabalhos em prol da manutenção do status sanitário da suinocultura brasileira, preservando a produção contra a ocorrência de Diarreia Suína Epidêmica (PED).

Ainda em relação a esse assunto, anteriormente à visita do ministro já havíamos encaminhado ofício ao Ministério da Agricultura solicitando a proibição de entrada no Brasil de suínos vivos e de material genético de suínos.

A prevenção à Influenza Aviária também nos preocupa, e ao ministro pedimos gestões em portos, aeroportos e outras entradas do país para a garantia da manutenção do status brasileiro de livre da doença. Este é um ano de eventos internacionais que atrairão, segundo a Embratur, mais de 500 mil estrangeiros para o nosso território. Uma grande parcela deles é proveniente de países com focos de Influenza.

Sobre esse assunto, destaco que no dia do aniversário de um mês da ABPA abri o III Workshop sobre Influenza Aviária em Campinas (SP), iniciativa da nossa entidade e da Fundação Apinco de Ciência e Tecnologia (Facta). Mais importante evento sobre o tema promovido pelas entidades em 2014, o workshop trará para o Brasil algumas das maiores autoridades em Influenza Aviária do mundo, para dividir com técnicos e especialistas brasileiros experiências com relação à prevenção e ao monitoramento.

Como nosso assunto principal é sanidade, pois desta decorre a riqueza do setor, manifestamos apreensão, ainda, com a estrutura do Ministério da Agricultura, que vem sendo impactada pela insuficiência de recursos para a expansão das ações.

Quarto maior produtor e exportador de carne suína e primeiro exportador e terceiro produtor de carne de aves, o Brasil é protagonista da globalização no setor de alimentos. Como tal, todos os eventos sanitários que acometem a produção animal, sobretudo de aves e suínos, ao redor do mundo, preocupam as autoridades do país e as empresas produtoras e exportadoras. Por essa razão, um ponto forte da agenda da ABPA é o esforço em favor de uma defesa sanitária à altura do peso do Brasil no cenário global de proteína animal.

Francisco Turra - Presidente Executivo da ABPA - Associação Brasileira de Proteína Animal.

Capella Design