Artigos - O que Turra tem a dizer

Um Brasil sempre campeão 02.08.2014

Passado o longo período desde a preparação até a realização da Copa no Brasil, é hora de virar a página e jogar outros jogos. Perdemos no campo de futebol e no planejamento. Vencemos na receptividade e na acolhida aos visitantes, justamente porque essa tarefa coube às pessoas. São elas que constroem o que há de melhor neste país. E é no jogo da vida real, mais do que na disputa da bola, que podemos sempre esperar grandes vitórias.

O agronegócio é o exemplo mais claro disso. Trata-se de um Brasil silenciosamente vencedor, feito por trabalhadores, empreendedores e produtores. Gente que faz deste país o quarto maior exportador mundial de produtos agrícolas, o segundo maior produtor e o terceiro maior exportador de alimentos. Em 2013, o setor foi responsável por 21% do PIB, por 37% dos empregos e pela movimentação de mais de R$ 100 bilhões em exportações. Enquanto a balança comercial brasileira fechou o ano com superávit de apenas US$ 2,5 bilhões, o agro registrou um saldo positivo de US$ 83 bilhões.

Temos uma vasta e corajosa cadeia produtiva, que trabalha de sol a sol. Com a genialidade de um Neymar e a aplicação de um Schweinsteiger. O setor alimenta todo o país e movimenta nossa economia de maneira sustentável. Aliás, só há motivos para aumentar a produção e conquistar mais espaço. Segundo dados do World Food Programme, um bilhão de pessoas no mundo sofre de necessidades alimentares. Em um mercado global cada vez mais integrado, precisamos estar preparados para atender a essas demandas – sem que nos descuidemos do abastecimento interno. E temos totais condições de responder a isso, estimulando o potencial do setor.

Portanto, estão nos campos agropecuários, não nos esportivos, alguns dos maiores e mais verdadeiros heróis deste país. Ali há exemplos diários de honra e civismo. De ordem e progresso. A Copa se foi, mas os desafios seguem. O Brasil segue, porque é muito maior e mais forte do que isso. Então, sigamos todos adiante, evoluindo com o agro, a fim de gerar mais emprego e renda. E, assim, valorizar o esforço das pessoas e do país que dá certo sempre, mesmo sem os holofotes do espetáculo esportivo.

Francisco Turra - Presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), ex-ministro da Agricultura

Capella Design